top of page
  • Foto do escritorDuarte Dionísio

Procyon - “Read My Lips”

Atualizado: 28 de jan. de 2021

Ler nas entrelinhas do Metal

Procyon - “Read My Lips”

Lançamento: 1994

Sonoridade: Thrash Metal

Editora: Morgana Records, MOR 7001 CDS

Produção: Procyon, Rui Dias

Capa: Duarte Dionísio

Formato: CD EP

Lista de músicas:

1 - Read My Lips (I Won't Lie)

2 - Wrong Song

3 - Waterballgrey

Procyon não foi a primeira banda para a qual fiz management, mas foi a primeira para quem editei um CD, precisamente este EP “Read My Lips”. O CD com três músicas foi editado em 1994, tendo sido o primeiro lançamento da Morgana Records, editora que fundei com dois sócios. Esta peça de coleção do Heavy Metal Português foi o culminar de uma carreira recheada de histórias e momentos memoráveis, protagonizada pela banda de Almada. Os Procyon gravaram três demos, a última das quais uma edição em cassete reproduzida profissional e legalmente (“Last Seeds Of Mind”); fizeram diversas atuações no Rock Rendez Vous; lançaram-se em tours de promoção; realizaram diversos concertos em festivais; sofreram muitas mudanças de formação e criaram uma boa dose de Thrash Metal. Formados em 1982 foram, talvez, a primeira banda Portuguesa do género. Este sumário de uma carreira com cerca de 13 anos comprova as dificuldades que as bandas de Metal enfrentavam na altura. Apesar das barreiras, alcançaram um estatuto de headliners, fruto de muita persistência.

O único elemento da formação original que gravou “Read My Lips” foi o baterista Mané Ribeiro. A ele se deveu a continuidade da banda até ao final da carreira. O resultado foi um conjunto de três músicas ambiciosas, com sonoridade entre o Thrash Metal, algumas pinceladas Speed Metal e a base Heavy Metal. O tema título “Read My Lips” desenvolve-se em crescendo com ritmos irrequietos, riffs pesados, refrão marcante com coros bem na frente da mistura. “Wrong Song” tem uma linha de baixo que se atravessa no instrumental de forma afoita e dominadora. Mais riffs pesados, com harmonias trepidantes, solo de guitarra insano que abre a porta ao ritmo mais acelerado de uma bateria segura e insistente, para um final bem thrashy. A voz do Nuno Torres debita uma mensagem curta mas positiva, de forma introspetiva e afirmativa. “Waterballgrey” é o tema de aviso ecológico, tocado de forma bem “speedada”, com um início de guitarra dedilhada. Os coros voltam a estar presentes para complementar as melodias de voz. Era esta a sonoridade pesada que se fazia em Portugal na primeira metade da década de 90. Muitas influências estrangeiras, muita vontade de mostrar ao público as músicas compostas e escritas na garagem e por vezes muito coração para pouco espaço de exposição. “Read My Lips” é uma pequena amostra da dedicação de músicos e fãs de Heavy Metal.

Foto: Lina Coelho

Músicos (da esquerda para a direita):

Pedro Silva - Guitarra

Mané Ribeiro - Bateria

Jorge Facas - Guitarra

Nuno Torres - Voz

Daniel - Baixo


234 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page