top of page
  • Foto do escritorDuarte Dionísio

Inner Blast – “Sleepless Monster”

Atualizado: 28 de jan. de 2021

Monstros adormecidos sem sono

Inner Blast – “Sleepless Monster”

Lançamento: 2011

Sonoridade: Heavy Metal, Gothic Metal

Editora: Edição de autor

Produção: Inner Blast

Capa: Mónica

Formato: CD

Lista de músicas:

1 - Better Days

2 - Sleepless Monster

3 - Tears

4 - Fixation

5 - Open Minds

Tudo na vida sofre transformações. A pretensão é que elas sejam num sentido evolutivo, principalmente quando se trata de um projeto musical. Isso significa que há aprendizagem e amadurecimento. Os Inner Blast, banda de Lisboa, formaram-se em 2006 e nestes anos de existência evoluíram bastante. Mas tudo tem um início. No caso desta banda, o início da carreira discográfica foi com o lançamento do EP “Sleepless Monster” em 2011. Esta coleção de 5 músicas, editada de forma independente, serviu para mostrar o que tinham andado a fazer até então. Um Heavy Metal sóbrio, mas com um embrulho Gothic Metal. Os riffs e solos de guitarra carregam a tradição do Metal anos 80, com a palhetada segura e aquele espírito bem metaleiro. Os ritmos fabricados por uma bateria com uma sonoridade bem definida e um baixo acutilante dão um polimento mais moderno ao som. O condimento mais sinfónico e um pouco abstrato é fornecido pelos teclados, que criam uma neblina pelos caminhos que a banda traça. Por fim a voz da Liliana! A vocalista é uma força da natureza. No entanto, neste trabalho é notória a falta de experiência. Tendo em conta o convite algo inesperado para integrar a banda, não é de estranhar alguma ansiedade presente nas vocalizações. A voz parece estar em esforço, num duelo entre respiração e diafragma. A insegurança reflete-se na interpretação, causando alguns desvios ao tom. Mas tal como referi no início, tudo evolui, atualmente a história é outra. Claro que ser uma frontwoman acarreta uma grande responsabilidade, à qual a cantora não virou as costas.

A produção deste trabalho independente não ajuda e a mistura cava um fosso entre os instrumentos deixando a voz demasiado in your face a necessitar de um instrumental mais possante na retaguarda. O que é pena porque a composição é interessante, a pedir mais equilíbrio no som e talvez nos arranjos. “Better Days” é um tema mais urgente na abertura do EP. “Sleepless Monster” começa de forma balançada, com um riff poderoso, estendendo-se por mares quase groove, em contraste com a melodia vocal. “Tears” procura o lado mais melancólico, enquanto “Fixation” assume o papel Gothic Metal de forma mais evidente, com um refrão marcado e incursões numa voz mais lírica. Finalmente “Open Minds” arrisca na grandiosidade das frases melódicas, tem aquele aroma a Doom Gothic Metal Nórdico. Os Inner Blast assumiram a sua condição, avançando para a gravação e lançamento de um CD EP, que funcionou como uma demo de apresentação. Faz parte da sua discografia e devem orgulhar-se de o terem feito. Ouvir este EP depois da banda já ter editado dois álbuns, só prova que a persistência compensa e mais uma vez... tudo se transforma e evolui.


Foto: “DR”

Músicos (da esquerda para a direita)

Aquiles "Quinito" Dias - Guitarras

Nuno Sabu - Bateria

Liliana - Voz

Mónica - Teclados

Luis - Baixo



Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


monicarodrigues.design
Nov 09, 2020

O design e fotografia da capa são da teclista, Mónica :)

Like
bottom of page