top of page
  • Foto do escritorDuarte Dionísio

Harum - “The Creation”

Atualizado: 28 de jan. de 2021

Criação a quanto obrigas

Harum - “The Creation”

Lançamento: 1995

Sonoridade: Heavy Metal, Thrash Metal

Editora: Edição de autor

Produção: Harum e João Mendes (1-4, 6-8), Neal Kay (5)

Capa: Harum

Formato: CD

Lista de músicas:

1 - The Creation

2 - Holy Truth

3 - Death Runners

4 - Stormbringer

5 - Beyond Madness

6 - The End of the Circle

7 - Cemitérios III

8 - Darkened Future

Iron Maiden, Metallica, Sepultura, entre muitas outras tiveram uma forte influência na sonoridade de inúmeras bandas que surgiram um pouco por todo o mundo. Portugal não foi e não é exceção. No caso dos Harum, banda Algarvia que surgiu em 1989, é notória a preponderância do som dos Metallica no único álbum editado em 1995 “The Creation”. Algumas linhas melódicas exibem uma colagem a alguns excertos de músicas da banda Americana. A voz debita as líricas de forma ríspida e quase falada, exceção feita à balada “Beyond Madness”, onde há uma tentativa de cantar com melodia mais consentânea com a composição baladeira. No entanto, apesar do esforço e dedicação, Rui Santana tem uma prestação vocal aquém do desejado. A prestação dos músicos, tecnicamente falando, é modesta. Eventualmente a busca de uma identidade própria, conjugada com o impulso de fazer música com base nos gostos musicais, geraram um conjunto de composições a necessitar de maior consistência. Outro aspeto em carência são os arranjos. As músicas são demasiado quebradas por mudanças de ritmos, fracionando a composição em diversos pedaços que se dispersam. Os dois últimos temas “Cemitérios III” e “Darkened Future” mostram uma faceta mais groove, com riffs mais inventivos e pulsantes. “Cemitérios III”, pelo facto de ser interpretada na língua de Camões, torna-se mais apelativa. Para além disso tem uns acordes de guitarra interessantes. A produção do álbum ajuda um pouco. Sem os meios tecnológicos atuais, o som é estável, permitindo a audição nivelada de todos os instrumentos. “The Creation” mostra uns Harum a interpretar um Heavy Metal com influências Thrash Metal, a demonstrar alguma falta de solidez.

Há 25 anos, esta foi uma edição de autor com todas as limitações que esse facto acarreta. Apesar disso, é um registo interessante do ponto de vista histórico. Representa o esforço e empenho de um coletivo que gravou duas demos antes de se aventuraram pela edição formal de um CD. Tal como aconteceu a muitas bandas na altura, a carreira não teve continuidade. No entanto, os Harum foram uma banda representativa do Metal da região do Algarve. Merecem ser lembrados pela independência do trabalho que desenvolveram, contribuindo para espalhar a palavra do Heavy Metal em Portugal.


Foto: Nuno Piçarra

Músicos (da esquerda para a direita)

Rui Santana -Voz

João Mendes - Baixo

José Lopes- Bateria

Nuno Fernandes - Guitarras

Gualter Fernandes - Guitarras

e

José Augusto - Bateria (gravou o álbum)


Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page