top of page
  • Foto do escritorDuarte Dionísio

Evidence - “Truth From A Lie”

Atualizado: 28 de jan. de 2021

A verdade que parece mentira

Evidence - “Truth From A Lie”

Lançamento: 2000

Sonoridade: Heavy Metal, Hard Rock

Editora: Wicked Productions, WCK 2002 CD

Produção: Luis Barros

Capa: Vasco Martins e Pedro Antunes

Formato: CD

Lista de músicas:

1 - Time Machine

2 - Ignorance

3 - Madhouse

4 - Thorns

5 - Never Too Late

6 - Shankar Song - Pt. 1

7 - Shankar Song - Pt. 2

8 - Truth From A Lie

9 - Dancing With The Devil

10 - My Last Day

11 - Questions

12 - The Wicked

13 - Lalabi

Em Portugal, ocasionalmente surge uma banda de Hard Rock no meio da diversidade de subgéneros que o Heavy Metal engloba. Claro que as tendências internacionais influenciam o rumo dos acontecimentos. Por isso é normal que apareçam muitas bandas de Death Metal ou de Black Metal em determinadas períodos. Em contracorrente é salutar o despontar de algo diferente. Os Evidence lançaram o álbum de estreia intitulado “Truth From A Lie” em 2000, o que foi uma lufada de ar fresco. A sonoridade da banda cruza o vigor do Heavy Metal com a descontração do Hard Rock, por isso, talvez a melhor descrição seja Heavy Rock. Etiquetas à parte, “Truth From A Lie” é um ábum de música composta com conhecimento de causa, agradável e equilibrada. O destaque vai sem dúvida para o trabalho do guitarrista Vasco Martins, que demonstra técnica, habilidade e talento. Ele tem a capacidade de diversificar riffs, solos, partes acústicas e toda uma biblioteca de soluções harmónicas. Notam-se algumas influências de Eddie Van Halen em alguns momentos. Outro aspeto que sobressai é a dimensão melódica da voz. Sérgio Sabino consegue atingir algumas notas altas ao mesmo tempo que controla os médios graves com destreza. A voz é o elemento que mais facilmente traz o Hard Rock à memória. Baixo e bateria formam a secção rítmica ideal para suportar o equilíbrio entre o Metal e o Rock e estão bem presentes na mistura final. As músicas com ritmo mais acelerado (“Ignorance” e “Dancing With The Devil”) levam o som da banda para o espetro mais arrojado, enquanto as incursões acústicas de “Never Too Late” e “Questions” mostram o lado mais melancólico dos Evidence. O ambiente étnico de “Shankar Song - Pt. 1” é um apontamento disruptivo, que desagua num riff pesadão no início de “Shankar Song - Pt. 2“. No aspeto lírico, a propensão é para as experiências de vida cantadas na primeira pessoa. É, no entanto, curioso constatar que não são utilzados refrões evidentes com coros destacados, não obstante algumas dobragens de voz, que dão profundidade. Aquela característica tão típica dos hits do Hard Rock confirma a diferenciação, talvez inconsciente, que a banda demonstra.

“Truth From A Lie” foi gravado nos estúdios Rec’n’Roll com mais uma produção de Luis Barros, assistido por Paulo Barros. A conjugação de esforços e técnicas resultou num álbum interessante que parece ter passado algo despercebido. Os Evidence poderiam ombrear com congéneros de outros países como Firehouse, Great White, Van Halen, Ratt, Quiet Riot, entre muitos outros. Ficou a faltar um hit single ou mais promoção, ou mais reconhecimento. No entanto, o aparecimento de bandas com nível técnico e talento para comporem músicas como as que estão neste álbum é sempre de louvar.


Foto: Paulo Andrade

Músicos (da esquerda para a direita):

Pedro Antunes - Baixo

Vasco Martins - Guitarras

Sérgio Sabino - Voz

Rui Lino - Bateria


Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page